Bitcoin vs Ripple: quem leva a melhor?

Introdução 

O Bitcoin foi a primeira criptomoeda e, até hoje continua sendo a mais popular de todas as criptomoedas. Apesar disso, ele não pode ser simplesmente colocado com melhor criptomoeda que existe. Entretanto, é imperativo comparar as moedas digitais mais novas à Bitcoin como a mais popular criptomoeda. A Ripple XRP hoje já está no cenário das criptomoeda por bastante tempo já que foi criada no ano de 2012, três anos após o Bitcoin estrear. Ela notavelmente ganhou várias avaliações positivas desde então.

Visão geral e validação de transação 

O Bitcoin foi originalmente criado como uma forma de sistema de pagamento confiável que iria permitir o envio e o recebimento de dinheiro digital sem problemas com uma base peer-to-peer. Antes da sua criação, vários sistemas de dinheiro digital foram criados, porém todos falharam por um motivo ou outro. O Bitcoin elimina a presença de terceiros que processam e verificam as transações que existam em pagamentos digitais e outras transações online. Sua natureza descentralizada torna ainda mais atraente já que as transações são confirmadas pelos mineradores, o que descreve uma comunidade ativa de usuários de Bitcoin que solucionam algoritmos criptográficos para ganhar uma quantidade definida de Bitcoin. O XRP, por outro lado, é uma tecnologia que ganhou terreno simplesmente por conta da sua rede e protocolo de pagamento digital.

A Ripple XRP é uma fusão de dois nomes. O XRP hoje é o nome da criptomoeda, enquanto Ripple é o nome da plataforma que lançou a moeda. A Ripple é um sistema de acerto de pagamento, troca de ativos e de remessas que levam a um serviço confiável de dinheiro internacional e transferências de segurança. A Ripple, por outro lado, ao invés de usar mineradores que ganhariam uma quantidade definida de XRP, ela utiliza um mecanismo único de consenso distribuído que valida transações através de uma rede de servidores. Esses servidores devem se encarregar de analisar cada transação e então decidir qual é válida. Uma enquete então é automaticamente feita pelo servidor que reporta quais são usadas para obter autenticidade. Todas essas são feitas em questão de segundos, tornando as transações por essa plataforma com XRP muito rápidas e confiáveis. Em sua forma mais simples, o Bitcoin e a Ripple XRP operam um sistema de blockchain que permite o envio e o recebimento de fundos sem problemas e é um sistema irreversível.

A história até então

É um fato notável que tanto a Ripple quanto o Bitcoin já fizeram muito bem como um projeto de blockchain desde sua criação. Entretanto, o Bitcoin tem sido a moeda acima de todas em termos de valor, capitalização de mercado e até uso no mundo real. O ano de 2017 tem sido o melhor ano até então onde o Bitcoin teve um aumento de 2000% no seu valor. Em termos de aceite e negociação, mais vendedores estão começando a aceitar o BTC como meio de pagamento. Ele está prestes a ser legalizado em vários países e só está sujeito a algumas sessões. Por outro lado, a Ripple XRP ganhou muito terreno e agora é a terceira criptomoeda mais forte em termos de capitalização de mercado. Além disso, em 2007, o valor do Ripple saltou de $0,0065 para cerca de $2,40 no final do ano. Com o passar do tempo, os laboratórios Ripple começaram um movimento de parceria com um dos maiores bancos no mundo e mais de centenas de instituições financeiras agora estão testando o protocolo Ripple, incluindo o Bank of América.

Conclusão

A partir do artigo acima, pode se deduzir que o blockchain da Ripple é melhor que do BTC pois ele faz transações mais rápidas, possui taxas mais baratas e possui um ambiente melhor – o que se deve à limitação de energia do seu processo. A energia da Bitcoin expande na mineração, o que é evitado na rede Ripple o que torna cada usuário do XRP hoje um membro movido pela paixão.

Atualização do preço do dólar sobre o Bitcoin: Quão longe o Bitcoin (BTC) vai em 2020?

O Bitcoin está sendo negociado um pouco abaixo do preço de $9.200, sendo que atualmente ele está valendo $9.197 no final de julho. Alguns analistas sugeriram que a maior criptomoeda poderia alcançar $9.500 e até $10.000 já no começo do terceiro trimestre de 2020. Porém, os gráficos do preço do dólar sobre o Bitcoin não estão a favor dessas previsões entusiasmadas.  Anteriormente, o Bitcoin diminuiu as perdas anuais de mais de -16% para menos que -5%, entretanto, podemos ver que a maior criptomoeda está voltando para os -16% no gráfico anual menos de uma semana depois. Além do mais, o BTC USD está apresentando perdas nos gráficos semanais, quinzenais e mensais também, apesar essas perdas estarem entre -0,5% e -1,7% e parecerem insignificantes na previsão de longo termo do preço do Bitcoin em 2020. Quão longe o Bitcoin vai em 2020 e será que o BTC pode alcançar novas máximas nos próximos meses?

Precisão do Bitcoin para 2020: O que esperar do BTC nos próximos meses?

Da forma que o Bitcoin está se movendo, a maior criptomoeda pode tocar os $9.100 e então rumar para $9.000. Esse cenário pode levar o Bitcoin a novas baixas enquanto o suporte, nesse caso, pode ser o valor de $8.500. Desse ponto em diante, o BTC USD pode voltar para os $9.000 e então tentar retornar para o meio e bater o valor de $9.500. A força motriz por traz desse momento do preço do BTC é o período pós-redução que, por via de regra, leva o preço da maior criptomoeda a subir por mais de um ano após a redução. Em 2020, a redução aconteceu em maio, e é por isso que se espera que as subidas durem até junho de 2021. Os volumes de negociação ficaram em mais de 17 bilhões de dólares em julho de 2020. Os analistas estão indicando que as maiores baixas e as menores altas do Bitcoin estão maduras para uma mudança que pode vir na última semana de julho quando o Bitcoin pode quebrar a resistência e ir até o valor de $9.300 de onde ele pode passar para $9.500. Enquanto isso, Changpeng Zhao, popularmente conhecido como CZ, está incentivando os entusiastas a não compararem a relação Bitcoin dólar (BTC/USD) com o mercado de ações. CZ afirma, o par BTC USD não possui uma relação especial com o mercado de ações.

O ouro deve continuar bombando, será que o Bitcoin vai subir também?

A análise de distorção, a partir do monitoramento de um fornecedor de dados, mostra o Bitcoin como a maior criptomoeda, e um dos ativos mais seguros, e que ela ganha do ouro no ano. Comparado aos dados ano a ano do ouro, o ouro subiu 18,4% enquanto o Bitcoin bateu 27,7% de ganhos no ano. Ao passo que o ouro continua bombando com seu valor crescente e o medo da recessão, o Bitcoin pode entrar em uma corrida nas próximas semanas e meses também. Enquanto isso, o apoio dos mineradores de BTC USD e o sentimento geral da maior criptomoeda continua forte e de acordo com as previsões de picos de preços pendentes. Os níveis de dificuldade estão estimados em aumentarem em mais de 6% na semana seguinte, o que pode levar a dificuldade para níveis recordes.